É preciso desromantizar a gastronomia

Há uma grande tendência na valorização, diria uma exagerada valorização, das comidas tidas e interpretadas como comidas memoriais e que remetem as relações familiares, as relações de afeto; especialmente com os avós, com os pais, e que trazem assim muitas…

“Dar pro santo”

Nos muitos e diferentes hábitos de comer e de beber fazem parte das nossas tradições alimentares brasileiras, e que revelam estilos e tendências de manifestar tanto diversidade quanto singularidade, e assim uma identidade. São muitas as relações que se apresentam…

Memorial Jubileu de Ouro

Axé para comemorar o ano de 2024 marca o JUBILEU DE OURO / 50 anos da publicação do primeiro livro de Raul Lody   Símbolos Mágicos na Arte do Metal Livro bilingue, português/inglês, ilustrado pelo autor, mostra as principias “ferramentas”,…

Docemente Açúcar

Para celebrar 85 anos do livro Açúcar de Gilberto Freyre.   Açúcar: em torno da etnografia, da história e da sociologia do doce no Nordeste canavieiro do Brasil, com numerosas receitas raras de doces e bolos da região e, para…

Peixe que te quero peixe

Os sistemas religiosos são determinantes nas orientações dos comportamentos, da seleção estética do vestir, das atitudes corporais, da sexualidade, e das escolhas das comidas, porque todos esses indicadores carregam muitos significados simbólicos que fortalecem um entendimento daquilo que é sagrado…

Cacau

O Centro de Pesquisa e Formação (CPF, SESC SP) aborda o cacau em um clico de três palestras com especialistas de áreas distintas. Acontece presencialmente, entre os dias 10 e 17 de janeiro, quartas e quinta-feira, das 19h30 às 21h30….

Para comer Pernambuco

Uma homenagem ao antológico restaurante O Buraco de Otília Como sabemos um lugar de comer não é apenas um lugar de comer. É, antes de tudo, um lugar profundamente ritualizado dentro das suas muitas relações, que são marcadas na identidade…

Voltar ao topo