Docemente Açúcar

Para celebrar 85 anos do livro Açúcar de Gilberto Freyre.   Açúcar: em torno da etnografia, da história e da sociologia do doce no Nordeste canavieiro do Brasil, com numerosas receitas raras de doces e bolos da região e, para…

Peixe que te quero peixe

Os sistemas religiosos são determinantes nas orientações dos comportamentos, da seleção estética do vestir, das atitudes corporais, da sexualidade, e das escolhas das comidas, porque todos esses indicadores carregam muitos significados simbólicos que fortalecem um entendimento daquilo que é sagrado…

Cacau

O Centro de Pesquisa e Formação (CPF, SESC SP) aborda o cacau em um clico de três palestras com especialistas de áreas distintas. Acontece presencialmente, entre os dias 10 e 17 de janeiro, quartas e quinta-feira, das 19h30 às 21h30….

Para comer Pernambuco

Uma homenagem ao antológico restaurante O Buraco de Otília Como sabemos um lugar de comer não é apenas um lugar de comer. É, antes de tudo, um lugar profundamente ritualizado dentro das suas muitas relações, que são marcadas na identidade…

Os alimentos em Iracema de José de Alencar

Sobre Iracema de José de Alencar, venho olhar a construção do personagem pela interpretação da comida e da bebida em sistemas culinários formadores do tipo e do seu lugar simbólico no enredo do romance. Sem dúvida, a comida e tudo…

Para comer quiabo no prato do Santo

“Cosme e Damião Vem comer teu caruru Que é de todo ano Fazer caruru pra tu Cosme e Damião O que é que quer comer Peixe da maré Com azeite de dendê Cosme e Damião A tua casa cheira Cheira…

Voltar ao topo